Lucentis – Medicamento Especial

Lucentis

Lucentis é apresentado em solução límpida a levemente opalescente para injeção – embalagem com 1 frasco-ampola contendo 2,3 mg de ranibizumabe em 0,23 ml de solução e duas agulhas e duas seringas, contendo um par para retirada do conteúdo no frasco e outro para injeção intravítrea.

O medicamento deve ser armazenado a temperatura entre 2 C° a 8 C°, protegido da luz e umidade.

Em adultos, é usado para tratamento de lesões da retina (parte de trás do olho), causadas pelo vazamento e crescimento anormal dos vasos sanguíneos em doenças que podem provocar diminuição da visão.

 Em bebês prematuros, é usado para tratamento da retinopatia da prematuridade.

O medicamento é somente administrado pelo oftalmologista. Deve ser administrado em hospitais ou clínicas oftalmológicas especializadas com o adequado acompanhamento do paciente, sendo que a aplicação do medicamento fica restrita somente a profissionais habilitados.

 É uma solução administrada por meio de uma injeção no olho sob anestésico local. Seu médico decidirá a conduta terapêutica.

Lucentis é contraindicado em alérgicos (hipersensível) ao ranibizumabe ou a qualquer um dos outros componentes da fórmula, e se houver uma infecção ou suspeita de infecção, dor ou vermelhidão no olho ou ao redor dele.

 Caso o paciente já tenha tido histórico de reação alérgica grave, acidente vascular cerebral ou apresentou sinais de curta duração de acidente vascular cerebral é necessário alertar o médico antes do uso.

            Após o uso, pode ocorrer algumas vezes uma infecção grave ou alteração no olho, caso desenvolva sinais de uma possível infecção como vermelhidão, dor, sensibilidade à luz e/ou alterações da visão, informar seu médico imediatamente.

            O uso de Lucentis em crianças e adolescentes é desaconselhável.

Em mulheres em idade fértil, não é recomendado engravidar até, pelo menos, três meses depois de terminar o tratamento. Não deve amamentar enquanto estiver sob tratamento.

            Após o tratamento com Lucentis pode ocorrer sinais de inflamação ou infecção no olho como vermelhidão, dor, sensibilidade à luz e/ou alterações na visão como ver flashes de luz com moscas volantes, progredindo para uma perda de visão ou visão borrada, sinais de acidente vascular cerebral (“derrame”), como fraqueza ou paralisia dos membros ou da face, dificuldade para falar ou entender.

Se apresentar qualquer um destes sinais, procure o orientação médica.

Atenção!

As informações contidas neste texto possuem caráter informativo. Não devendo ser usadas para incentivar a
automedicação ou substituir as orientações médicas. Como sabido, o médico é o único profissional qualificado para prescrever o tratamento adequado. Portanto, consulte o seu médico!

Você quer saber maiores informações sobre o Lucentis e como comprá-lo?

 Entre em contato conosco para saber mais sobre o Lucentis e os trâmites para adquiri-lo:
0800 606 1410
31 2555-1410

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *