Tag: medicamentos especiais

XGEVA

0 commentsMedicamentos EspeciaisXGEVAcancercâncer nos ossoscélulas plasmáticasdegradaçao osseahera medicamentosmedicamentos especiaismielomaxgeva

XGEVA®, funcionalidades

O medicamento XGEVA® é um medicamento usado para evitar complicações ósseas em adultos com câncer avançado que se espalhou para os ossos. O medicamento contém a substância denosumabe, que é composta de uma proteína chamada de anticorpo monoclonal, que interfere na ação de outra proteína envolvida no processo de ativação da degradação óssea. 

Androgel

0 commentsAndrogelAndrogelDisfunção hormonalMedicamento Androgelmedicamentos especiaisTestosterona

Para que serve o Androgel®

O medicamento Androgel® é indicado para a reposição de testosterona no hipogonadismo masculino (problema nas gônadas, ou seja, testículos, que os impede de funcionar corretamente) e só deve ser utilizado se essa deficiência for confirmada através de uma série de exames solicitada por médicos especialistas no assunto. O medicamento funciona de forma a repor os níveis de testosterona no corpo masculino, fazendo, assim, com que o corpo funcione em suas condições normais.

Eritropoetina

0 commentsEritropoetinaAnemiaEritropoetinahera medicamentosInsuficiência RenalMedicamento Eritropoetinamedicamentos especiais

Para que serve a Eritropoetina®?

A Eritropoetina® é um medicamento indicado em casos de anemia por insuficiência renal crônica, anemia associada ao câncer e à quimioterapia, anemia de paciente portador de HIV e anemia de outras causas, como artrite e prematuridade, trazendo ao organismo a glicoproteína necessária para que o corpo volte a funcionar normalmente e estimulando o aumento da massa de células vermelhas.

KETOSTERIL

1 commentsKetosterilhera medicamentosKetosterilmedicamento Ketosterilmedicamentos especiaisremédio Ketosterilremédios especiaistratamento de saúdetratamentoparacancertratamentos remédios especiais

Ketosteril®, funcionalidade e indicações

O medicamento Ketosteril®, é indicado para a prevenção e tratamento de danos causados pelo metabolismo devagar no caso de doença renal crônica. É indicado que o paciente, além da medicação, faça uma dieta proteica limitada a 40 gramas por dia – caso contrário, isso pode afetar o desempenho do medicamento dentro do organismo.